Autor: Quadion

  10 de março de 2021

Como tornar a portaria do seu condomínio mais segura


Como tornar a portaria do seu condomínio mais segura

Controlar a entrada e a saída de pessoas é um ponto crucial para a segurança do seu condomínio. Todos os dias, há moradores, colaboradores, visitantes, prestadores de serviço e entregadores se movimentando por esse espaço. Dependendo do tamanho do empreendimento, o fluxo diário pode ser de centenas de pessoas.

Nesse cenário, são muitas as situações de potencial risco. Basta que uma pessoa mal intencionada consiga acesso ao condomínio para colocar em risco a segurança de todos. Assim, o que a administração pode fazer para controlar essa movimentação? Neste artigo, trazemos e dicas para tornar a entrada e saída de pessoas mais segura no seu condomínio. Acompanhe!

1. Adote um procedimento padrão na entrada do condomínio

A primeira dica para tornar a entrada e a saída de pessoas mais segura em condomínios é adotar um procedimento padrão, que deve ser seguido à risca por todos que acessam o local. 

O controle de acesso de visitantes costuma ser dividido em quatro etapas:

  • primeiro, tem-se a identificação, com o visitante repassando seu nome, objetivo da visita e apartamento que vai visitar;
  • Depois vem a confirmação, com o porteiro entrando em contato com o morador para confirmar se ele está aguardando a visita;
  • em seguida, há a liberação, caso o morador confirme a visita; caso contrário, a pessoa deve ser barrada;
  • por fim, faz-se o registro, anotando nome, apartamento de destino, horário de entrada e modelo, cor e placa do veículo do visitante, se for o caso.

É importante não abrir exceções – todos os que desejam acessar o condomínio devem ser submetidos ao mesmo sistema de controle.

2. Eduque os condôminos

Ainda que isso possa, inicialmente, gerar resistência em alguns moradores, é importante explicar que a mudança é para o bem de todos.

A colaboração dos condôminos é fundamental para que o controle funcione. Muitos problemas de segurança, aliás, ocorrem por descuido dos próprios moradores, que não querem que amigos, familiares, entregadores e prestadores de serviço sejam submetidos ao controle na entrada. 

Portanto, é importante que a administração invista em educar os condôminos sobre a importância desse cuidado, relembrando-os sobre o tema em assembleias, reuniões, murais, informativos no elevador e outros meios de comunicação.

O síndico deve reforçar o alerta sobre as questões de segurança, ilustrando quanto a situações que podem ocorrer caso não sejam tomados os devidos cuidados. Também pode trazer exemplos de situações que tenham acontecido no condomínio. A intenção não é expor ninguém, mas fazer um alerta para que não se repita.

3. Treine os colaboradores

Assim como os condôminos, os colaboradores também devem estar cientes sobre os procedimentos para evitar problemas de segurança. Nesse caso, o melhor é investir em um treinamento para a equipe, explicando as melhores práticas e também ensinando a fazer bom uso das tecnologias que forem adotadas.

A ideia é que os funcionários sejam cordiais com todos os visitantes, mas que tenham firmeza para não abrir exceções, qualquer que seja o caso. A capacitação deve ir além da portaria, pois é importante conscientizar toda a equipe.

4. Fique atento à garagem do condomínio

Não negligencie o controle do acesso à garagem. Por meio dela, pessoas indesejadas também conseguem acessar o condomínio. 

Antes de permitir a entrada de visitantes é importante fazer o controle, anotando as informações de que falamos no primeiro item. O cadastro dos moradores também ajuda na identificação e aumenta a segurança.

5. Utilize a tecnologia para melhorar a segurança do condomínio

Hoje, com a ajuda da tecnologia, não é mais preciso que os funcionários façam tudo manualmente.

A tecnologia pode auxiliar bastante o trabalho de garantir a segurança do condomínio, automatizando diversas tarefas e permitindo que outras sejam feitas de maneira remota.

Para os moradores, por exemplo, o acesso por biometria é uma boa alternativa para evitar que terceiros entrem usando as chaves do condômino. Há, ainda, a possibilidade de usar reconhecimento facial para o acesso. Câmeras modernas de segurança, circuitos internos de TV e softwares que registram o horário de entrada e saída dos visitantes são outras opções. 

Outra possibilidade trazida pela tecnologia é a portaria remota. A solução permite controlar o acesso ao condomínio 24h por dia à distância, a partir de uma central de segurança, por meio de câmeras e sistema de comunicação integrado à central de atendimento.

Dessa forma, o condomínio conta com profissionais qualificados, treinados conforme as melhores práticas, eliminando problemas trabalhistas e desvio de função de portaria.

Conheça o sistema de portaria remota da Quadion

A Quadion é uma empresa de tecnologia especializada em portaria remota que trabalha com a mais alta tecnologia, operando à distância através de um circuito fechado de forma rápida e totalmente segura.

Entenda como funciona nossa solução:

  • ao chegar, o visitante aciona o interfone e é direcionado para a central da Quadion;
  • nossos atendentes identificam o visitante, anotando seu nome completo, RG e com quem deseja falar;
  • em seguida, o atendente entra em contato com o morador, que autoriza ou não a entrada;
  • após a autorização do morador, o atendente libera o acesso do visitante;
  • O morador, por sua vez, entra de forma independente, por meio de tag ou biometria.

Em situações de risco, o usuário do sistema pode utilizar ainda o ‘sistema do pânico’, que acionará a central da Quadion. Nesses casos, os atendentes entram imediatamente em contato com o síndico ou outra autoridade competente.

O resultado é um condomínio seguro, que conta com o trabalho de especialistas qualificados e confiáveis. 

Quer saber mais ou pedir um orçamento? Entre em contato com a gente!


   Voltar aos posts

Voltar

Compartilhe